Entenda o que é um Dark Post do Facebook

shutterstock_323829242-750x422

 

Você sabe o que é um dark post? Sabe como ele pode incrementar sua estratégia de marketing nas redes sociais e atingir seu público com muito mais eficácia?

Apesar do nome diferente, um Dark Post nada mais é do que um post patrocinado no Facebook. Mas não qualquer post patrocinado, ele tem certas características que incrementam sua estratégia de marketing nas redes sociais e ajudam a atingir seu público com muito mais eficácia.

Quer saber mais a respeito dessa novidade que pode te ajudar a atingir melhores resultados? Continue lendo!

O Dark Post em detalhes

Imagine que sua empresa tem uma fan page no Facebook com milhares de seguidores que têm perfis diferentes e consomem produtos diferentes da sua marca. Como trabalhar o marketing no Facebook de maneira segmentada para que você não encha a timeline dessas pessoas com assuntos nada relevantes?

A resposta está nos Dark Posts! Em vez de você criar campanhas de anúncios ou fazer atualizações de status com todos os seus produtos e serviços (que não atingem todas as personas ao mesmo tempo), você cria campanhas de Dark Posts. Assim, essas publicações só aparecerão para aquele público determinado, sem encher a timeline dos seus outros seguidores.

A ideia é que você segmente suas mensagens de acordo com o perfil de cada persona do seu negócio, aumentando a eficácia da sua comunicação ao atingir pessoas mais propensas a interagir com a mensagem compartilhada.

As vantagens dos Dark Posts

Se você já começou a formar uma ideia sobre os Dark Posts, já pode ter percebido o potencial dessa nova ferramenta para gerar maior engajamento com a sua audiência, sem falar no aumento de conversões, já que você fala diretamente com quem quer falar. Mas vamos ao que interessa: o que você ganha ao investir em Dark Posts?

1. Melhor segmentação de público dentro da sua fan page

Chega de criar uma fan page para cada público, agora você pode concentrar todos os seus esforços de marketing em uma única página e, ainda assim, segmentar suas mensagens de acordo com o perfil dos seus seguidores.

2. Mensagens direcionadas para públicos específicos

Agora você pode personalizar ainda mais o contato com sua audiência, direcionando a mensagem certa para a pessoa certa sem se preocupar em gerar expectativas em quem não está dentro do perfil desejado.

3. Não interrompe o público que não está envolvido com a mensagem

Um dos grandes motivadores do unfollow é o excesso de compartilhamentos das marcas, com conteúdos pouco relevantes. Agora isso não precisa acontecer, já que você não enche a timeline de todos os seus seguidores com suas mensagens, mas só com aquelas realmente importantes para determinado público.

4. Otimiza seus esforços para obter mais conversões

Com uma comunicação tão segmentada, seus esforços de marketing são otimizados e as conversões chegam com mais facilidade, pois as pessoas sabem que a sua empresa está efetivamente preocupada em gerar valor, não apenas em promover a marca.

5. Pode testar vários formatos de anúncios sem bombardear o público com mensagens parecidas

Fazer testes A/B no Facebook ficou muito mais fácil. Basta segmentar sua audiência em grupos e criar várias versões do mesmo post para saber que tipo de conteúdo é mais efetivo, qual gera maior engajamento e qual traz mais conversões.

6. Melhora o engajamento da sua marca

Você aprende com a reação dos seguidores a cada tipo de anúncio, melhorando as postagens orgânicas, conquistando maior engajamento. A partir dos dados coletados a cada interação, você sabe exatamente como cada grupo de seguidores age em relação à sua empresa e com isso você descobre como desenvolver melhores estratégias de marketing no Facebook para conquistar o engajamento da sua audiência.

B 2 B Social Media® – Vinhedo | Valinhos | Campinas | (19) 99894.9388 Whatsapp ou (19) 3876.5218 | www.b2bsm.com.br | denys@b2bsm.com.br

By  Denys Beneplacito |CEO & Social Media Management| na B 2 B Social Media

 

 

Anúncios

O guia de marketing de conteúdo para redes sociais

unnamed(1)

Sem dúvida alguma, o conteúdo é a pedra fundamental do relacionamento entre cliente e marca, especialmente na era digital. Mas há um grande problema com o conteúdo nos dias de hoje: a saturação.

Então, o que as marcas podem fazer para se destacarem da multidão? Decidimos entrevistar 10 profissionais de marketing renomados para esclarecer este assunto. Neste whitepaper, você irá aprender com eles sobre:

● Qual é o maior obstáculo enfrentado pelos profissionais de conteúdo atualmente

● Como usar insights para criar um conteúdo de valor

● Como entregar um conteúdo atraente para seus leitores

● Boas práticas recomendadas por especialistas do Content Marketing Institute, Groupon, R/GA, LinkedIn Marketing Solutions e The Clorox Company.

 

B 2 B Social Media® – Vinhedo | Valinhos | Campinas | (19) 99894.9388 Whatsapp ou (19) 3876.5218 | www.b2bsm.com.br | denys@b2bsm.com.br

Curso de Facebook para Novos Negócios 5.0 !!

d4f62d19-7d55-43d0-8e25-e4cb2921650b-original

 

Conheça o Conteúdo!

  • Parte 1 – Básico

    Conceitos básicos de facebook, perfis e fanpages, planejamento, estratégias, edgerank, Gatilhos Mentais, conteúdo, engajamento, ferramentas, imagens, grupos, eventos e plugins!

  • Parte 2 – Mobile

    Facebook versão mobile, estratégias, Facebook Messenger, Facebook Mentions e mais!

  • Parte 3 – Facebook Ads

    Facebook Ads, Públicos Personalizados e Semelhantes, Audience Insights, Pixeis, Graph Search, Lojas Virtuais, Funís de Venda, Dicas, Native Ads, Remarketing, Aplicativos para Facebook Ads e muito mais!

  • Parte 4 – Gerenciador de Negócios

    Noções básicas de gerenciador de negócios, configurações de GN, Gerenciador de Anúncios, Power Editor e etc.

  • Parte 5 – Métricas e Mensuração

    Conhecendo as Métricas com Facebook Insights e Mensurando os Resultados de campanhas e conteúdos através dos pixeis.

  • Parte 6 – Área

    Aula especial para Coaching, Consultores, Infoprodutos, Afiliados, Serviços e Produtos em Geral.

 

Vantagens do Curso B 2 B Social Media  – Facebook

  • Certificado de Participação

    Todos os alunos recebem um certificado de participação de acordo com as 10 horas de atividade. Certificado de Participação com amparo na Lei nº 9.394/96.

  • Grupo Exclusivo de alunos no Facebook e WhatsApp

    Conte com um grupo com profissionais altamente capacitados para fazer network, trocar ideias e tirar suas dúvidas.

  • Suporte ao Aluno

    Tem alguma dúvida? Conte com suporte por e-mail, grupo de alunos e uma Central de Ajuda para tirar todas as suas dúvidas. Não encontrou a resposta? Basta entrar em contato para ter sua dúvida respondida em até 24h.

  • Aulas Atualizadas

    Aulas sempre atualizadas sobre novidades no Facebook. Novas ferramentas, estratégias e muito mais

     

     

    By  Denys Beneplacito | CEO & Social Media Management (SSM) | na B 2 B Social Media

     

B 2 B Social Media® – Vinhedo | Valinhos | Campinas | (19) 99894.9388 Whatsapp ou (19) 3876.5218 | www.b2bsm.com.br | denys@b2bsm.com.br

Como obter uma excelente imagem da sua câmera de Celular!!

selfie-2

Por Denys Beneplacito | CEO & Social Media Management (SSM) | e escritor na B 2 B Social Media

 

O modo mais fácil de obter uma excelente imagem da sua câmera é usar a luz natural. Esse tipo de iluminação quase sempre oferece imagens nítidas e cores vibrantes, e lógico, não custa nenhum centavo!

No entanto, existem alguns ângulos que produzem imagens melhores do que outros, além da necessidade de controlarmos o excesso de contraste que o Sol pode trazer.

Confira nesse vídeo então como utilizar a luz natural a seu favor e ter como resultado um vídeo super legal para sua empresa ou canal.

sol

Nunca Brigue com o Sol

Quando o Sol é sua única fonte de luz, e ele produz sombras bem definidas e com muito contraste, chamadas tecnicamente de sombras duras. .

Sob esse tipo de iluminação direta do Sol, as pessoas ficam com sombras marcadas e escuras, o que não é interessante para o seu vídeo. O que você vai buscar é uma luz mais difusa (ou suave), que é aquela luz onde as sombras vão desaparecendo no seu rosto de maneira gradual e não ficam tão marcadas.

tipos de sombras

O que precisamos fazer é trazer o Sol para o seu time! Saiba comandá-lo e ótimos resultados virão desta parceria.

arvore

O Lugar Certo Faz Toda a Diferença

Já comentamos que a luz direta do Sol, apesar de criar imagens nítidas e vibrantes, infelizmente cria sombras marcadas e desagradáveis. Como remediar esse problema?

Basta escolher o lugar correto! Para difundir as sombras, você tem algumas opções:

  • Grave embaixo da sombra de um prédio ou árvore bem fechada: assim você bloqueia ou difunde boa parte da luz do Sol e consegue ter sombras mais suaves no seu rosto.
  • Grave num dia encoberto ou nublado: as nuvens funcionam como um enorme difusor natural

Em ambos os casos, conseguirá aproveitar a abundância da luz natural mas ao mesmo tempo mantendo as sombras suaves, garantindo um visual bacana para os seus vídeos.

futuro

Onde Deve Ficar o Sol?

O posicionamento do Sol em relação à pessoa que será gravada é uma das partes mais importantes quando gravamos com luz natural.

Se o Sol estiver completamente frontal à pessoa, ela provavelmente irá fechar um pouco os olhos durante o vídeo, o que não é legal.

Por outro lado, se o Sol estiver complemente às costas dela, o fundo poderá ficar excessivamente claro enquanto o rosto da pessoa fica praticamente no escuro.

Comece posicionando a câmera de modo que o Sol atinja o rosto da pessoa lateralmente, levemente frontal. Peça para a pessoa girar alguns graus para ambos os lados e acompanhe as mudanças das sombras: na maioria das vezes, irá encontrar um ângulo onde a luz fica mais interessantes e valoriza o rosto dela.

rebatedor_posicao

Difundir e Rebater: Os Segredos do Sucesso

Como os filmes conseguem aquela luz suave e incrível mesmo sob luz forte do meio dia?

No caso, existem vários aparatos em volta dos atores para suavizar e rebater a luz. Essas estruturas, com tecidos e materiais semi transparentes com vários metros de altura, ajustam a luz natural para ficar exatamente como o diretor de fotografia imagina.

Felizmente podemos improvisar e conseguir resultados semelhantes seguindo algumas regras. Os dois pontos essenciais são:

  • Difundir: para difundir a luz solar você pode usar um pano branco que não seja muito grosso. Um lençol muitas vezes funciona super bem. Esse lençol fica um pouco acima de você e fora do enquadramento, esticado em uma moldura que pode ser quadrada. Ao fazer isso você vai perceber imediatamente como a luz fica mais suave. Quanto mais grosso o lençol ou pano, menos luz chega e vice-versa. Mas não para por aí: se você quiser gravar dentro de casa uma cortina na janela já ajuda bastante. Além de deixar parte da luz de fora passar, ela também trabalha como um difusor para você. Até mesmo as nuvens de um dia nublado trabalham como difusores se você precisar.
  • Rebater: nunca se esqueça que todas as superfícies rebatem luz. Por isso, uma técnica fácil e que dá resultados incríveis é usar um tecido (ou isopor) branco e posicioná-lo de modo a refletir parte da luz de volta na pessoa sendo gravada. Peça a ajuda de alguém para segurar e ajustar o ângulo correto do rebatedor enquanto você confere o resultado na câmera. Se preferir, lojas de fotografia vendem rebatedores profissionais, que permitem você trocar entre diversos tipos de tecido (como branco, prateado, dourado, etc) dando ainda mais controle para sua iluminação.

Rebatedores profissionais (podem ser encontrados facilmente em lojas de fotografia)

Rebatedores profissionais (podem ser encontrados facilmente em lojas de fotografia)

Mais Simples do Que Parece

Viu só? Com algumas poucas dicas você já consegue gravar usando luz natural e ter um resultado muito legal. O grande segredo é não ter medo de pegar sua câmera e se mexer até encontrar o melhor lugar onde a luz natural estará trabalhando a seu favor.

 

B 2 B Social Media® – Vinhedo | Valinhos | Campinas | (19) 99894.9388 Whatsapp ou (19) 3876.5218 | www.b2bsm.com.br | denys@b2bsm.com.br

Como usar vídeos nos anúncios do Instagram

Imagem 1

O vídeo no Instagram progrediu muito desde que entrou em cena em junho de 2013. Apenas alguns meses depois do lançamento, a Unruly Media descobriu que 40% dos 1000 principais vídeos mais compartilhados no Instagram foram postados por marcas. E um ano depois, o Instagram divulgou seus recursos de publicidade com vídeo. Grandes marcas como Banana Republic e Vogue já fizeram progresso usando o vídeo do Instagram para atingir os 400 milhões de usuários mensalmente ativos da plataforma. Mas, depois que o app finalmente abriu sua API para todos os negócios, grandes e pequenas marcas vão começar a se testar. Como sua marca vai tirar o máximo proveito de seus 15 a 30 segundos? Considere essas estratégias acionáveis para criar vídeos engajadores.

8 dicas para ter melhores anúncios em vídeo no Instagram
1. Conheça sua audiência

É importante conhecer não apenas a audiência específica de sua marca, mas também a do Instagram como um todo, que é amplamente jovem e socialmente engajada. Segundo a eMarketer reportou no ano passado, 62% dos usuários de Internet norte-americanos com idade entre 11 e 16 anos e 44% dos usuários entre 18 e 29 anos usam o Instagram. O Pew Research Center descobriu que metade dos usuários do Instagram acessam a plataforma diariamente. Entender esses usuários vai lhe ajudar a tomar as medidas mais eficientes ao escolher opções de segmentação e produzir ativos criativos que ressoem com sua base de consumidores desejada. Assim, é melhor não criar uma estratégia abrangente para todas as suas plataformas de mídia social, pois a base de usuários de cada site é diferente. Por exemplo, a Battery Ventures descobriu que o Instagram tem 76% mais usuárias mulheres ativas do que o Twitter, e os usuários do Instagram tendem a ser mais jovens.

2. Escolha um conceito forte

Pergunte-se o seguinte: o que vai diferenciar seu anúncio em vídeo de outro conteúdo que sua marca tem a oferecer? O que vai diferenciá-lo do outro conteúdo que sua audiência vê ao navegar no feed? E o que vai fazê-los querer parar de navegar para assistir? Antes de começar a pensar na execução, escolha o conceito que melhor responde a essas perguntas. Por exemplo, a Ben & Jerry usou o vídeo do Instagram para dar aos usuários uma visão por trás das câmeras de como um dos sabores de sorvete é criado no laboratório da empresa.

https://www.instagram.com/p/bT2BGwxkLu/embed/captioned/?v=6

Enquanto isso, a LEGO criou um minifilme com uma associação ao aguardado novo filme da saga Star Wars.

https://www.instagram.com/p/9TYAPSNdTY/embed/captioned/?v=6

3. Comece com movimento

O Instagram sugere ter movimento nos primeiros quadros do vídeo. Afinal de contas, se o vídeo começar devagar, sua audiência poderá passar batida por ele, achando por engano que é outra imagem fotográfica. Um forte exemplo de uma marca que adota essa tática é este vídeo da Mercedes-Benz, que coloca os usuários no banco do motorista durante um passeio em Independence Pass no Colorado.

https://www.instagram.com/p/vTWq-iTcHu/embed/captioned/?v=6

4. Não confie no áudio

Assim como no Facebook, os vídeos no Instagram são silenciados por padrão. Para chamar a atenção de sua audiência, considere usar exclusivamente imagens ou adicionar legendas de texto que possam contar uma história sem som. Por exemplo, a estilista culinária Livia Sala foi uma finalista do Shorty Awards 2013 por seu vídeo no Instagram mostrando a produção do ravioli, que incorporou legendas feitas de comida.

https://www.instagram.com/p/e2lhv5nXxD/embed/captioned/?v=6

5. Aproveite os aplicativos parceiros

Para te ajudar a acelerar o ritmo e o formato de seus vídeos, conte com os apps de edição parceiros. O Hyperlapse, que existe desde agosto de 2013, permite que os criadores acelerem seus vídeos e produzam intervalos de tempo. Como Cliff Kuang escreveu para Wired: “O que antes era possível apenas com uma Steadicam ou um rastreamento de plataforma de US$ 15 mil, agora é possível em seu iPhone, de graça”. O Boomerang, lançado em outubro de 2015, convida os criadores a tirarem fotos de ação e reproduzi-las para frente e para trás. Parece confuso? Confira como a Timberland usou o app para mostrar uma pessoa folheando seu catálogo de outono.

https://www.instagram.com/p/9JP5LEHPrM/embed/captioned/?v=6

6. Estabeleça sua chamada para ação

O Instagram dá a oportunidade de impulsionar leads através da plataforma com botões clicáveis, tais como “Assine” e “Compre agora”. Escolha aquele que melhor se ajusta ao seu vídeo e à mensagem da marca, e certifique-se de que esteja alinhado com os objetivos de sua marca. Por exemplo, se você quiser gerar brand awareness, use um botão “Saiba mais” para levar os usuários para o site de sua empresa.

7. Segmente com sabedoria

Para te ajudar a levar sua mensagem para as pessoas certas, o Instagram sincronizou seus recursos de segmentação com os da controladora, Facebook. Agora, os publicitários do Instagram podem segmentar audiências com base em idade, localização, sexo, dados demográficos e interesses. O aplicativo móvel também permitirá que os profissionais de marketing façam upload de suas próprias informações sobre seus consumidores e criem audiências personalizadas, exatamente como no Facebook.

8. Use de naturalidade

Pense no que os consumidores querem ver ao navegarem no feed. Por exemplo, eles gostam de moda? Precisam de dicas úteis de viagem? Querem estar por dentro das últimas tendências do entretenimento? Seu vídeo deve abordar esses interesses e se destacar o suficiente para prender a atenção das pessoas, mas sem parecer com um anúncio que distraia a experiência do cliente. Em outras palavras, o vídeo deve estar alinhado com o restante do conteúdo do seu público-alvo no Instagram. Mais uma vez, quanto melhor você sabe quem são seus usuários, mais relevantes e engajadores seus vídeos serão.

Entre nessa sem hesitar

Com o Instagram abrindo sua API para todas as empresas, o espaço de anúncio com vídeo ainda é um mercado relativamente inexplorado. Ou seja, as portas estão abertas para as marcas se arriscarem com um conteúdo visualmente engajador e inovador. O risco existe, sua audiência já está na plataforma e pronta para ver um vídeo que seja impressionante o suficiente para fazê-la parar no feed. Use essas estratégias para mostrar aos usuários que você está ouvindo o que eles dizem e que sabe como chamar a atenção em 30 segundos ou menos.

B 2 B Social Media® – Vinhedo | Valinhos | Campinas | (19) 99894.9388 Whatsapp ou (19) 3876.5218 | www.b2bsm.com.br | denys@b2bsm.com.br

Como a mídia paga pode melhorar seu marketing de conteúdo

dsdsdsd1324252

 

As coisas estão mudando rapidamente, e se as marcas não acompanharem o ritmo, serão deixados para trás. Se antes costumavam gerar engajamento exclusivamente ao criar conteúdo de alta qualidade e distribuí-lo organicamente, hoje em dia isso é uma coisa cada vez mais difícil de fazer, mesmo que você já tenha uma audiência engajada.

Em outras palavras, a concorrência está aumentando. Estima-se que as pessoas vejam 5.000 mensagens de marketing e consumam oito horas de mídia todos os dias. Além disso, as empresas descobriram que dois milhões de posts de blog são escritos por dia. Como resultado desse excesso de saturação de conteúdo, se as marcas quiserem mandar suas mensagens para as pessoas certas, elas terão de dar um gás no marketing de conteúdo com publicidade paga. Não dá pra fugir: os dois têm de andar juntos.

Não dá pra executar um ótimo marketing de conteúdo sustentável e em grande escala sem investir estrategicamente na distribuição de conteúdo.

Por que? Juntamente com o excesso de saturação de conteúdo mencionado acima, o alcance orgânico está diminuindo —particularmente no Facebook. Felizmente, as opções avançadas de analytics e segmentação nas mídias sociais facilitam o entendimento do que sua audiência está procurando e como entregar isso no lugar certo, na hora certa. A maneira mais eficiente de usar essas ferramentas de mídia paga é garantir que as estratégias pagas, próprias e orgânicas estejam consistentemente alinhadas. Isso requer uma comunicação constante entre as equipes e atualizações em tempo real sobre como os consumidores estão respondendo a determinadas campanhas.

Então, o que uma estratégia de marketing de conteúdo potencializada pela publicidade no social realmente acarreta? E como os profissionais de marketing usam táticas de mídia paga para tornar a criação e a distribuição de conteúdo mais eficiente?

Vamos dar uma olhada. Existem algumas maneiras que a mídia paga pode ajudá-lo fazer um marketing de conteúdo mais eficiente.

Amplifique o conteúdo com melhor desempenho

A publicidade paga pode ser eficiente para gerar brand awareness com seu melhor conteúdo. Por exemplo, digamos que sua marca publica um post no blog que recebe uma quantidade significativa de tráfego orgânico. Para surfar essa onda de engajamento, você investe dinheiro em um post patrocinado do Facebook (com um link para esse artigo do blog) e faz uma audiência grande e segmentada vê-lo, aumentando ainda mais o tráfego do seu site.

Os anúncios pagos no social também podem ser usados para impulsionar leads de alta qualidade. Por exemplo, sua empresa pode pegar o mesmo post, aquele que você sabe que é bom em chamar a atenção das pessoas, e criar uma campanha de conversão de site no Twitter que convida os usuários a assinarem sua newsletter ou clicarem no seu site de varejo.

Outras plataformas sociais como Facebook, Pinterest e Instagram também oferecem botões de CTA para promover vendas, aplicativos e produtos específicos.

O importante é lembrar que a maneira mais eficiente de amplificar o conteúdo popular é responder em tempo real, enquanto o interesse e o engajamento ainda estão sendo construídos. Isso só poderá ser feito se suas estratégias (e equipes) de mídia paga e de conteúdo estiverem trabalhando juntas.

Otimize seu marketing de conteúdo com insights da publicidade no social

As métricas de performance dos anúncios pagos podem revelar informações cruciais sobre os interesses e os hábitos de sua audiência. A questão aqui é a seguinte: por que você não iria querer usar esses dados para informar sua estratégia de conteúdo?

Através do monitoramento social, você consegue entender melhor sobre o que seus clientes estão falando e o que eles têm mais interesse em ver. Assim, você pode se concentrar em sua estratégia de conteúdo e descobrir como entregá-la.

Por exemplo, se você for uma empresa de tecnologia focada em produtos específicos ao mercado para compradores de final de ano, poderá lançar um anúncio no formato carrossel no Facebook que inclui um conjunto de produtos. Depois, ao usar ferramentas de analytics, poderá ver quais imagens geraram mais cliques. A partir daí, poderá adaptar sua estratégia de conteúdo para incluir posts orgânicos ou ativos visuais sobre esses produtos populares.

O monitoramento social também pode lhe dar uma noção de quais mensagens estão ressoando com determinados dados demográficos. Por exemplo, os anúncios pagos podem revelar que mulheres de 18 a 25 anos são mais interessadas em uma determinada mensagem ou solução. Você pode então usar essas informações para rabiscar um novo conteúdo, seja no social, um site de publicidade da marca ou um hub de conteúdo, que atraia mais essa audiência.

Teste A/B para chamadas melhores

Para editores de uma marca, os anúncios pagos também podem ser usados para testar determinadas chamadas e imagens. Por exemplo, digamos que você publicou um post no blog e está tentando decidir entre três títulos diferentes. É possível reservar um budget pequeno em três tweets promovidos, cada um com um texto e um link para o post. Depois de executar esses tweets por 24 horas, você consegue determinar qual texto recebe mais cliques e retweets. A partir daí, é possível alterar a chamada de seu post da mesma maneira e otimizar sua estratégia para criar futuros textos.

Automatize para aumentar a relevância

Depois de entender bem quem é sua audiência e como ela interage com determinados conteúdos, dá pra automatizar suas campanhas para poupar tempo e aproveitar ao máximo o dinheiro investido no anúncio.

Por exemplo, como sugerimos anteriormente, uma marca de turismo pode disparar alguns anúncios para reprodução com base nas principais conversas sobre destinos, atrações ou até mesmo previsões do tempo nas redes sociais. Em outras palavras, você aproveita enquanto ainda é tempo. Você não força a mensagem em sua audiência, mas na verdade responde aos interesses demonstrados por ela.

Como alternativa, você pode configurar um botão de emergência que pausará sua campanha assim que as pessoas pararem de engajar com os anúncios. Dessa forma, você não está pagando por impressões que não estão gerando resultados.

É possível então usar essas campanhas disparadas para entender melhor qual tipo de conteúdo sua audiência está procurando (ou interessada), em quais momentos. Essas informações podem ser enviadas de volta para um painel para ajudá-lo a criar conteúdo mais relevante, como artigos ou vídeo de publicação da marca.

Mídia paga e própria funcionam melhor juntas

Em 2016, as marcas que querem continuar sendo eficientes terão de aprender a fazer mídia paga. Ou seja, as campanhas patrocinadas no social não poderão mais ser simplesmente enviadas para a equipe de mídia; os profissionais de marketing de conteúdo terão de criar esses anúncios ou ser uma parte essencial do processo.

Sim, pode ser difícil estabelecer uma comunicação forte entre as equipes de mídia paga e de conteúdo, especialmente em grandes organizações. Mas isso não é desculpa para não fazer um esforço, principalmente com seu conteúdo e engajamento com o cliente em jogo.

Existem algumas etapas importantes que você pode seguir para melhorar a colaboração e garantir que as equipes de marketing internas fiquem menos divididas em silos. Por exemplo, é possível estabelecer reuniões semanais para analisar as métricas de performance e planejar campanhas futuras. É até possível definir um tempo para que os profissionais de marketing de mídia paga ensinem à equipe de conteúdo como analisar dados importantes. Assim, esses profissionais podem entender como é um bom CPC e quais tendências impulsionam a maioria do engajamento entre determinados dados demográficos.

Só com um fluxo constante de informação entre essas equipes é que as marcas podem posicionar melhor seu conteúdo para se destacar no meio de todo o ruído on-line e se engajar com as pessoas certas no momento certo.

B 2 B Social Media® | (19) 99894.9388 whatsapp | www.b2bsm.com.br | denys@b2bsm.com.br

5 campanhas “bem sacadas” de Marketing Digital para você se inspirar!

10392080_10153800870519134_1222956042205416637_n

Por Denys Beneplacito | CEO & Social Media Management (SSM) | e escritor na B 2 B Social Media

Hoje em dia, para muitos homens e mulheres de negócios, Marketing Digital e Mídia Social ainda são mistérios a serem desvendados. Mas de maneira geral, em muitos países, o uso da tecnologia e das redes sociais em Marketing já é uma prática bem disseminada e considerada eficaz para aumentar o Brand Awareness das marcas, levando a uma maior afinidade/fidelidade do consumidor e, finalmente, mais vendas!

Esse artigo divulga 5 vídeos produzidos para mostrar a força do Marketing Digital e como podemos usar a tecnologia – mobile ou não – bem como as plataformas do Twitter e do Facebook para gerar ações de marketing criativas e eficazes. Mesmo que você não seja um profissional de Marketing ou Comunicação, vale a pena ver o que está sendo implementado a partir da tecnologia e do vasto universo virtual que, cada vez mais, faz parte do nosso dia-a-dia!

1. Your Delft blue portrait on a real KLM plane!: Seu retrato impresso em um avião da KLM via Promoção no Facebook. Criativa, divertida e… viável !!


 

2. Lynx Excite Angel Ambush London Victoria: Essa não necessariamente envolve ativação via Social Media, mas é uma ação FANTÁSTICA, envolvendo a tecnologia – posteriormente divulgada via mídia social

 

 

3. PepsiCo Social Vending: Uma vending machine toda voltada para a interação em Social Media! Muitíssimo interessante!

 

 

4. Volkswagen – Fox no Planeta Terra – Twitter Zoom: Essa é do Brasil! E foi considerada uma das ações mais criativas do momento,  envolvendo os internautas via Twitter!

 

5. Fiat Street Evo » The app that evolved streets forever: Uma ação complexa para lançar um novo carro e associar sua imagem a alta tecnologia. Super interessante e bem amarradinha, envolvendo Mobile App. Veja que cada sinal de trânsito captado pelo smartphone desvenda uma característica high tech do carro. Ao mesmo tempo, há uma promoção envolvendo prêmios para quem usar o app, incentivando a participação.

 

 

Fique ligado (a) no Blog da B 2 B Social Media®  que estamos sempre trazendo novidades do mundo Digital!

Inspirado no artigo de: TNW Social Media

B 2 B Social Media® – Vinhedo | Valinhos | Campinas | (19) 99894.9388 Whatsapp ou (19) 3876.5218 | www.b2bsm.com.br | denys@b2bsm.com.br